Pesquisa inédita mostra o impacto da COVID-19 nas pessoas com diabetes no Brasil

Na última sexta-feira, dia 3 de julho de 2020, foi apresentado o resultado de uma pesquisa conduzida por um grupo de instituições nacionais e internacionais, entre elas a ADJ Diabetes Brasil.

A pesquisa realizada foi realizada entre 1.701 pessoas com diabetes (tipos 1, 2 e outros tipos), com o objetivo identificar as principais barreiras enfrentadas por pessoas vivendo com diabetes no Brasil durante a pandemia da COVID-19.

Os dados coletados evidenciaram os seguintes resultados durante a pandemia:
91,5% monitoram a glicemia, dos quais, a maioria (59,4%) experimentou alterações durante a pandemia, incluindo: aumento (20%), diminuição (8,2%) ou maior variabilidade (31,2%) nos níveis de glicose.

As pessoas com diabetes tipo 1 foram mais suscetíveis a apresentar sintomas de COVID-19, apesar de não terem testado; enquanto o grupo com diabetes tipo 2 apresentou maior frequência de outras doenças e complicações, que representam fatores de risco adicionais para a gravidade da COVID-19.

A pesquisa revela que as pessoas com diabetes no Brasil estão alterando seus hábitos durante a quarentena, o que afetou sua glicemia, aumentando o risco de maior severidade da COVID-19 se infectados por SARS-CoV-2.

Mais informações – Clique Aqui

São autores da pesquisa: Mark Thomaz Ugliara Barone; Simone Bega Harnik, Patrícia Vieira de Luca, Bruna Letícia de Souza Lima, Ronaldo José Pineda Wieselberg, Belinda Ngongo, Hermelinda Cordeiro Pedrosa, Augusto Pimazoni-Neto, Denise Reis Franco, Maria de Fátima Marinho de Souza, Deborah Carvalho Malta e Viviana Giampaoli.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *